MUSEUS VIRTUAIS 2020 - TEMAS

Conheça os roteiros temáticos do projeto

Temas Museus Virtuais 2020

A nova edição do projeto "Museus Virtuais" terá temas biográficos. Em 2020 serão apresentados a vida e obra de 8 importantes artistas. A arte brasileira será representada pela narrativa da arte moderna no país. Além desses, um roteiro será dedicado a imperatriz Catarina da Rússia e a formação de uma das maiores coleções de arte do mundo - o Museu Hermitage em São Petersburgo. Navegando por salas de museus e instituições culturais  poderemos conhecer e apreciar os principais movimentos estéticos da história da arte desde o século XIV até o século XX.

 

Van Gogh

No museu Van Gogh conheceremos a trajetória deste que se tornou um dos artistas mais venerados do mundo. O museu conta com a maior coleção de obras do pintor, desde os primeiros anos de pintura às famosas telas, o que nos proporciona conhecer sua incessante expressividade pela cor em busca da maturação artística.

 

Michelângelo

Michelângelo - escultor, pintor, arquiteto - buscou na arte a eternidade. Considerava-se melhor como escultor. Quando via o bloco de mármore ainda bruto evidenciava a imagem nele contida. Em pintura, seus afrescos no teto da Capela Sistina revelam imagens do livro da Gênesis, profetas, sibilas e gnudis que nos mostrarão o vigor da Alta Renascença, enquanto o painel do Juízo Final nos será apresentado por um novo aspecto, a Renascença Tardia.

 

Monet

Monet foi um dos líderes do Impressionismo - importante movimento estético francês no século XIX. Nesse roteiro visitaremos a casa do artista em Giverny, seus aposentos e jardins que inspiraram a obra do mestre. Também visitaremos outros museus em Paris para apreciarmos algumas de suas principais pinturas e de seus contemporâneos.

 

Rafael

Em 2020 celebra-se os 500 anos de existência de Rafael Sanzio. O artista de Urbino, Itália, que se tornou o favorito do papado e referência da alta Renascença no século XV. Nessa sessão contemplaremos sua obra fazendo um tour virtual pela Galeria degli Uffizi em Florença e pela Stanza di Raffaello no Vaticano, onde veremos, entre outras pinturas, a celebrada"Escola de Atenas".

 

Rembrandt

Rembrandt foi o principal pintor da Era de Ouro nos Países Baixos. Seus quadros religiosos, mitológicos e os vários retratos de importantes membros da sociedade ajudaram a contar a história de seu país. Visitaremos a Casa do artista e o Rijksmuseum em Amsterdã para conhecermos o trabalho deste mestre que difundiu o espírito de sua época.

 

Salvador Dalí

Em fins do século XIX e início do século XX surgiram diversos movimentos artísticos na Europa. Salvador Dalí foi um dos ícones do surrealismo. O gênio espanhol que deu asas à imaginação deliberada em suas obras será o tema deste roteiro dedicado às suas criações expostas na Fundação Gala-Dalí em Figueres, Girona, Espanha.

 

Frida Kahlo

A história de vida, luta, paixão, amor e arte de uma das mulheres mais influentes do século XX, será narrada através de um passeio pela casa em que a artista viveu, hoje Museu Frida Kahlo na Cidade do México. Também na capital mexicana, visitaremos o Museu Dolores Olmedo, o qual nos apresenta uma exposição significativa da pintora e de seu marido Diego Rivera.

 

Catarina, a Grande

Os encantos do museu Hermitage, cujo esplendor é a máxima expressão de beleza arquitetônica russa do século XIX, abrigam a maior coleção de arte do mundo com mais de 3 milhões de objetos de diferentes culturas. Este incrível acervo se formou , em parte, pela iniciativa de uma das maiores mecenas da história: a imperatriz Catarina II. Por ele visitaremos as coleções de arte italiana, holandesa, espanhola e as esculturas neoclássicas de Canova.

 

Biografia da Arte Moderna Brasileira

Ao caminharmos pelas galerias do Museu Nacional de Belas Artes no Rio de Janeiro teremos a oportunidade de apreciar um panorama representativo da arte brasileira. O século XIX nos ofereceu como legado o academicismo. Já o século XX iniciou dominado pela influência da Belle Époque francesa culminando na realização da Semana de Arte Moderna de 1922 e um fervor manifesto em busca de nacionalismo, o que trouxe novas questões sobre a produção artística no Brasil. Neste roteiro iremos observar trabalhos de artistas como Pedro Américo, Victor Meirelles, Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Portinari, Di Cavalcanti.

 

 

Hokusai

Neste ano os olhares do mundo se voltarão aos jogos olímpicos de Tóquio. E os "Museus Virtuais" trarão importantes museus japoneses para apresentar a arte ukiyo-e do período Edo, especialmente as gravuras de Katsushika Hokusai, um dos mais significativos artistas do país. Veremos seu trabalho e a influência exercida na arte européia do final do século XIX.

INSTITUTO MARATONA CULTURAL. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

  • Ícone de App de Facebook
  • Twitter clássico
  • Ícone do App Instagram